Seguidores

sábado, 29 de maio de 2010

Ética em Chaves

" Professor, se essa gente sair daqui , onde vão viver?" (Episódio em que Sr barriga deixa de despejar Seu Madruga da vila)



Ética é daquelas coisas que sabemos o que é mas não sabemos bem como explicar. Há várias definições: de dicionários e "wikipédias", à empresas e até mesmo Pedro Bial (não assisto o big brother mas me falaram que Bial definiu Ética como 'pequena etiqueta').
Em filosofia a ética se concentra em questões como liberdade, consciência, bem, valor, lei. Diferente das éticas específicas de aplicação concreta como etica profissional, política, bioética entre outras, na filosofia a ética estuda o "Bem" e, assim, o seu objetivo é a virtude na condução da vida, facilitando a realização das pessoas: que o ser humano consiga a "perfeição", isto é, a realização de si próprio como tal, como pessoa. .
As questões da ética aparecem sempre no nosso dia a dia e não seria diferente no seriado. Há mais de uma situação que envolve a ética mas a mais clara está no episódio do despejo do Seu Madruga.
Pode-se dizer que o ato do Sr. Barriga foi motivado pela atitude dos vizinhos de Seu Madruga (Kiko e Dona Florinda) que de princípio mostraram satisfação mas depois , refletindo melhor , foram solidários a Don Ramon. Aliás essa solidariedade tem lá a sua ética, pois mesmo diante de tantas brigas ela se pergunta , "onde vai viver essa pobre gente?", a ética está na impossibilidade de ficar contente com o despejo de um semelhante. Porque dificilmente alguém além do Senhor Barriga esperaria 14 meses para despejar alguém (aquela idéia do Kiko de esperar 14 meses em outro lugar e mudar de novo e de novo e assim substantivamente... ). Voltando a barriga digo, digo , sim isso mesmo voltando ao senhor Barriga , ele faz a mesma pergunta que Dona Florinda no final do episódio:- "se essa gente sair daqui onde vão viver?", o seu pensamento foi o mesmo de Dona Florinda , essa sua atitude, de deixar os 14 meses pra lá e se bobear "comemorar" 15, foi fruto de um questionamento ético.
Antes é preciso esclarecer uma visível distinção entre ética e moral, bastante visível nesse caso. A moral tem um carácter, prático, imediato,restrito, histórico,relativo.A ética por sua vez é como uma reflexão filosófica sobre a moral que procura de certa forma justificar a moral. O seu objeto é o que guia a ação e o seu objetivo é guiar e orientar racionalmente a vida humana. Apesar de terem um fim semelhante: ajudar o Homem a construir um bom caráter para ser humanamente íntegro; a ética e a moral são muito distintas.A moral como já disse tem um caráter prático e imediato, visto que faz parte integrante da vida quotidiana das sociedade e dos indivíduos, não só por ser um conjunto de regras e normas que regem a nossa existência, dizendo-nos o que devemos ou não fazer, mas também porque está presente no nosso discurso e influencia diretamente os nossos juízos e opiniões. A noção do imediato vem do fato de a usarmos continuamente. A ética, pelo contrário, é uma reflexão filosófica sobre a moral.
Lembremos que moralmente é errado mentir , a sociedade condena isso até como forma de preservação , pois a figura do mentiroso subverte a moral , os costumes , a nossa fidelidade à palavra. Pois sim, e no fim do episódio descobrimos que o Sr. Mentira contou uma barriga (ops). Ele nunca assistiu uma luta de boxe , mentiu, mas por uma questão de ética não podia despejar o simpático Madruga e sua filha da vila. Muito menos chespirito perderia dois importantes personagens, por miseráveis 14 meses de aluguel.


http://pt.wikipedia.org/wiki/%C3%89tica
http://www.coladaweb.com/filosofia/moral-e-etica-dois-conceitos-de-uma-mesma-realidade
http://www.notapositiva.com/resumos/filosofia/moraletica.htm
http://orgialiteraria.com/?p=1384
http://www.4shared.com/file/ICj-KXjv/Alvaro_LM_Valls_-_O_Que_e_tica.htm     













6 comentários:

  1. Olah.. é uma honra após muito tempo sem ter entrado no blog poder dizer que eu não sabia o que estava perdendo... e não é por ética nem por uma moral, mais imediata (acabei de aprender), que digo isso... digo, pois gostei do texto e do que foi falado e da forma que foi dito.. muito bm de fato.. se um dia tiver que explicar algo assim com certeza tomarei a liberdade de me utilizar de seus exemplos...rs...

    Faruk

    ResponderExcluir
  2. Fenomenal a distinção entre moral e ética, cada vez mais necessária. Literalmente fenomenal, ética é um fenômeno, ou seja, dinâmico, não tem fim em si mesmo, diferente da moral. Concordas?

    ResponderExcluir
  3. Dá uma bizoiada no Foucault (ou tricô) e o Chomsky (parece marca de shampoo -.-) falando disso, manda pro seu amigo Camilo tb:

    http://migre.me/MIod
    http://migre.me/MIoR

    ResponderExcluir
  4. Opa , valeu mermo Faruk isso me anima muito a escrever. Nâo sei se vc sabe mas tinha dado uma parada com o blog lá por volta de Agosto de 2009. É q eu comecei a tocar em uma banda aê, sabe como é, inclusive o site da banda é iiialento.multiply.com, pra quem quiser entrar.
    É uma honra tê-lo como leitor, abraço.

    ResponderExcluir
  5. Perfeito Bruno, concordo sim , disse o q eu queria dizer em um tom bem mais filosófico ( geralmente esse tom é de Bb heiehiheheoheoheo). Pedi meros pitacos e eis q recebo comentários assaz abalizados, muito agradecido.
    Anotada a dica, pefeito. Em espanhol ainda , mais q perfeito!

    ResponderExcluir
  6. Polegar Vermelho9 de junho de 2010 15:49

    Muito bom! Gostei do texto... Continue escrevendo, cê é fera!! :D

    ResponderExcluir