Seguidores

domingo, 30 de novembro de 2014

Menos pseudo intelectualidade mais hermeneutica

Anda circulando por aí após a sentida morte do nosso querido Chespirito, um texto que no título remete ao tambem genial Cantinflas mas que acaba por pedir menos "exaltaçoes" e homenagens ao nosso nobre seriado. A argumentaçao parte do principio que exaltar Chaves eh * sintoma da ignorancia com a cultura dos países latino americanos (sendo que o seriado nao soh eh parte da cultura latino americana como possui um sucesso retumbante nao só no Brasil mas em vários países da América Latina, e o engraçado é que uma parte das citaçoes de obras feitas no texto para mostrar a ignorancia dos brasileiros da cultura latino americana eram de autores espanhois). Depois disso vem uma critica a adaptaçao do nome no Brasil de Chaves que em espanhol eh chavo, pois sim, além disso nao ter pertinencia nenhuma ao se criticar o seriado qualquer pessoa mesmo sem intimidade com o espanhol entende que Chaves nao eh sobrenome e sabe o que quer dizer chavo (garoto), lembro ateh de Celso Portinholi explicando essa complicada questao linguistica, segundo a autora do texto, no seu programa dominical que passa todos os domingos "domingo legal". 
Os restantes das críticas vai daí pra pior. No geral se nos esforçarmos podemos ver charutos ou outras coisas onde nao ha. Como diz Freud as vezes um charuto é so um charuto, da mesma forma as vezes um seriado é soh um seriado, enxergar machismo e homofobia é uma questao de interpretaçao (ou falta dela) , pois um seriado nao tem obrigaçao de retratar um mundo perfeito e ideal, alias boa parte das criticas em seriados é feita satiricamente, justamente nao retratando o ideal. 
Dessa ideia de interpretaçao que vamos falar de hermeneutica que na filosofia trata exatamente da questao da teoria da interpretaçao e isso se aplica a muitas coisas. Desde criticas a biblia como por exemplo criticar a impossibilidade da construçao de uma arca, ou mesmo criticar a mitologia porque eh cientificamente impossivel se comprovar a existencia real dos deuses descritos nas mitologias, passando por varios outros possiveis textos com criticas parecidas. Ou seja, a questao é que nao podemos interpretar textos miticos usando como base a ciencia, eh preciso considerar o contexto e efetuar uma leitura adequada. O proprio blog eh um exercicio hermeneutico , praticamente uma "exegese filosofico-chavistica" que busca interpretar conceitos filosoficos se utilizando do nobre seriado mexicano, diferente de uma critica que parte de uma interpretaçao literal.        
Por fim, eh preciso de parametros adequados para se criticar se nao a critica fica sem fundamento , achar o texto fraco , as piadas sem graça eh algo diferente de criticar defeitos de uma trama ficticia com personagens irreais, pois sendo assim nao só o proprio Cantinflas poderia ser criticado de superficial como Seinfeld que tem o personagem Kramer como folgadao e desempregado, Simpsons que possui um pai obeso e completamente relapso etc. O caso eh que o seriado nao é intocavel mas gostar dele nunca serah motivo de vergonha seja pra adultos ou crianças.

*o texto vai sem acentos , culpa do teclado que ora acentua ora nao.

ps - texto escrito nas coxas (como sempre) e sem muita revisao.

2 comentários: